Petistas que agrediram empresário em frente ao Instituto Lula irão a júri popular

COMPARTILHAR

SP – A Justiça de São Paulo decidiu por mandar para júri popular os três agressores do empresário Carlos Alberto Bettoni, que foi vítima de violência por parte de lulistas em frente ao Instituto Lula no último 5 de abril.

Bettoni estava em frente ao local protestando, no dia em que foi expedido o mandado de prisão contra Lula. Acabou sendo empurrado na rua contra um veículo em movimento e sofreu traumatismo craniano ficando 22 dias internado.

A polícia indiciou os agressores por lesão corporal dolosa grave, sendo eles: o ex-vereador de Diadema Maninho do PT, o filho dele, Leandro Marinho, e Paulo Cayres, diretor do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

As informações são do G1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui