MP pede prisão imediata de ex-presidente do PSDB Eduardo Azeredo

COMPARTILHAR

MG — Nesta terça-feira (24) o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) julgará o recurso do ex-governador PSDBista Eduardo Azeredo contra a condenação de 20 anos e 1 mês de prisão imposta a ele por envolvimento no esquema do mensalão de Minas Gerais. Ontem, o MP disse em um parecer ser a favor da manutenção da sentença e da prisão imediata após o esgotamento de recursos no Tribunal de Justiça mineiro. Azeredo poderá ser o primeiro preso na versão PSDBista do mensalão.

O recurso a ser analisado hoje busca “a prevalência do voto de absolvição do apelante, a revisão da dosimetria das penas aplicadas para o patamar mínimo legal e a reconsideração da expedição do mandado de prisão após o esgotamento das vias recursais ordinárias”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui