Andrade Gutiérrez faz nova denúncia e isso complica ainda mais a situação de Aécio Neves

COMPARTILHAR

PSDB — Após ter sua denúncia acolhida pelo STF na última semana, Aécio Neves se complicou ainda mais com a denúncia de Andrade Gutiérrez, dono de empreiteira de mesmo nome.

Segundo sua denúncia, o senador tucano teria recebido R$ 35 milhões em troca de benefícios às empreiteiras Andrade Gutiérrez e Odebrecht na construção da usina de Santo Antonio, no Rio Madeira, em Rondônia. No depoimento, Andrade relatou que o dinheiro teria sido passado em 2010, por meio de um contrato com uma empresa de um amigo de Aécio. O dono da empresa, Alexandre Accioly, negou qualquer envolvimento.

Nesta semana Joesley Batista também prestou depoimento, e afirmou ter contribuído com R$ 110 milhões nas eleições de 2014. O dinheiro teria sido distribuído entre vários partidos da base aliada PSDBista, comprando seu apoio.

O pagamento teria sido dividido entre os partidos que apoiavam o candidato na campanha eleitoral. Joesley detalhou como foram feitos os repasses, que no total somaram R$ 110 milhões: R$ 64,6 milhões para o PSDB; R$ 20 milhões para o PTB; R$ 15 milhões para o Solidariedade e R$ 10,3 milhões a diversos candidatos e partidos.

As informações são dO Globo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui