Polícia encerra inquérito sobre a agressão no Instituto Lula. Três pessoas são indiciadas

COMPARTILHAR

SP – Na sexta, 21, a Polícia Civil concluiu o inquérito sobre o caso de agressão contra o empresário Carlos Alberto Bettoni, de 57 anos que foi atacado em frente ao Instituto Lula, em São Paulo, em 5 de abril – quando a prisão do petista foi decretada.

Diz o Estadão:

“O caso agora foi encaminhado para o Fórum Criminal Central da Barra Funda.”

Além do indiciamento do diretor do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Paulo Caires, conhecido como Paulão, por lesão corporal dolosa grave, foram indiciados o ex-vereador de Diadema, Manoel Eduardo Marinho, conhecido como Marinho do PT, e seu filho, Leandro.

Maninho e o filho foram filmados por reportagem da TV Globo empurrando Bettoni várias vezes, até o empresário bater a cabeça em um caminhão em movimento e cair na rua.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui