MST invade fazenda de Maroni. Empresário comemorou a prisão de Lula distribuindo cerveja grátis

COMPARTILHAR

SP – O UOL informou:

“Integrantes do MST (Movimento dos Sem Terra) invadiram, nesta terça-feira (17), uma fazenda de propriedade do empresário Oscar Maroni em Araçatuba, a cerca de 550 quilômetros da capital paulista. Dentre os motivos alegados para a visão estão a reforma agrária e a “arbitrariedade da prisão” do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Maroni, conhecido como “magnata do sexo” e dono Bahamas Club, distribuiu cerveja grátis a clientes para comemorar a prisão de Lula. No dia 6 de abril, antes de Lula se entregar à Polícia Federal, o empresário se vestiu de presidiário e comandou uma festa em seu clube.

Segundo o MST, Maroni “agrediu sexualmente diversas mulheres, expondo o corpo de muitas trabalhadoras do sexo perante centenas de homens em uma festa no dia 6”.

Essa não é a primeira vez que a propriedade de Maroni é invadida pelo MST. Ações do movimento já haviam sido registradas em 2015.

Por volta das 8h, a PM (Polícia Militar) informou que não havia recebido chamados a respeito de invasão à fazenda. A reportagem ainda não conseguiu contato com Maroni. O UOL ligou nos números de telefones que aparecem em um site da fazenda, mas as chamadas não se completaram. Ao ligar no Bahamas Club, um funcionário informou que passaria o contato ao empresário.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui