MBL entra com ação popular pedindo corte dos benefícios que Lula recebe por ser ex-presidente

COMPARTILHAR

DF – O Movimento Brasil Livre ingressou com uma ação popular nessa sexta, 13, visando o corte dos benefícios outorgados ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por força do Decreto n. 6.381/2008.

Em função do cargo que ocupou, ainda há a manutenção de privilégios como seguranças, motoristas, assessores e aposentadoria. Segundo Rubens Nunes, advogado e coordenador do MBL, a continuação dos benefícios ferem o princípio da moralidade, pois o ex-presidente, ao ser condenado e preso por atos de corrupção tornou-se indigno para o recebimento.

Nas palavras de Nunes, “manter o custeio das despesas seria o mesmo que obrigar a vítima de estupro a pagar regalias para o estuprador e, o ex-presidente não precisa de assessor, pois é assessorado pelo carcereiro. Também não se faz necessário motorista, pois é transportado de camburão.”

Lula está preso nas dependências da carceragem da Polícia Federal em Curitiba, capital paranaense. Por isso, o MBL argumento que deve ser dispensado todo esse aparato.

Veja a ação na íntegra:

Ação Popular Lula

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui