Marcelo Odebrecht: “Não faria nada sem autorização do Palocci”

COMPARTILHAR

PR – No depoimento ao juiz Sergio Moro, Marcelo Odebrecht explicou, com base nos emails, que a compra do terreno para a sede do Instituto Lula chegou ao empreiteiro “como um pacote fechado pelo Roberto Teixeira”.

Também contou que todas as informações sobre a compra eram fornecidas pelo advogado e compadre de Lula. “Tudo vinha do Roberto Teixeira.” Já a liberação do dinheiro para o negócio passava por Antonio Palocci.

“Outro ponto que acho importante é que não faria nada sem autorização do italiano. No final das contas, o dinheiro ia sair da conta do italiano, isso fica evidente nos emails.”, disse.

As informações são do O Antagonista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui