Coordenador do MBL MT é agredido e ameaçado por militante do PCO: “Na próxima te coloco na UTI”

COMPARTILHAR

MT – Coordenador do Movimento Brasil Livre em Mato Grosso, Ulysses Moraes registrou um boletim de ocorrência após ser ameaçado e agredido pelo militante do Partido da Causa Operária Ricardo Neto.

O ato de violência ocorreu em uma manifestação de esquerda no dia 06 de abril, na Praça Alencastro, em Cuiabá. Ulysses fazia perguntas aos manifestantes de forma pacífica e com a devida autorização gravava as respostas para publicar em sua página no Facebook. Em meio ao trabalho do ativista do MBL, Ricardo Neto chutou Ulysses e tentou quebrar sua câmera alegando “direito de imagem”. Veja:

Dias após a confusão, o miliciano Ricardo disparou ameaças contra o ativista de direita. “Na próxima te coloco na UTI, te aguardo”. “Você mexeu com o cara mais errado em toda sua vida. Nunca vai esquecer quem é o Ricardo Astronauta”. “Tô doidinho em fazer você cuspir sangue”, disse por mensagens direcionadas a página pessoal de Ulysses.

É mais uma prova do modo como a esquerda opera, através de violência. “A agressão demonstra um descontrole por parte de alguns manifestantes que não respeitam opiniões diversas. A democracia é formada por divergências, mas infelizmente alguns fogem do debate de ideias e acabam partindo para violência. Meu objetivo era dialogar, debater ideias e fui surpreendido por agressões e ameaças”, disse Ulysses ao Instituto Liberal de Mato Grosso.

Na quarta-feira (11), as ameaças foram registras por Ulysses em Boletim de Ocorrência. Veja as imagens:

As informações são do Instituto Liberal do Mato Grosso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui