Presidente do PSOL entra em contradição e quer boicotar Riachuelo, empresa que mais emprega os LGBT

COMPARTILHAR

NOTA. Em entrevista à TV Folha, o pré-candidato à Presidência pelo Partido Republicano Brasileiro Flávio Rocha defendeu o direito ao armamento e a redução da maioridade penal. Disse não ser politicamente correto e falou a verdade sobre o terrorismo das milícias invasoras da extrema-esquerda, MTST E MST.

Acesse a matéria da Folha para assistir ao vídeo da entrevista clicando aqui.

Juliano Medeiros, presidente nacional do partido de extrema-esquerda PSOL, ficou nervoso e reclamou muito no Twitter. Veja:

É uma indignação um tanto quanto contraditória, pois a Riachuelo é atualmente a empresa que mais emprega LGBTs, e o PSOL é o partido que mais milita pela causa LGBT. Logo, é um boicote direcionado a empresa que tem maior potencial de empregar a militância do PSOL. Enfim, coerência nunca foi o forte da esquerda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui