Militantes de esquerda do curso de Direito da USP fazem fichamento antissemita e ideológico dos calouros e violam direitos humanos

COMPARTILHAR

SP — Os militantes de esquerda do curso de direito da USP realizaram um “fichamento” para traçar o perfil dos calouros do curso, com marcações do tipo “judeus”, “crentes”, orientação sexual e preferências políticas, fazem uma planilha de cunho nazista e fascista com cada novo estudante.

O material do foi vazado após a reprovação das contas do Centro Acadêmico da Faculdade de Direito do Largo São Francisco (USP) e está circulando pelo Facebook. Segundo comentários de alunos e ex alunos nas redes sociais, o fichamento é um hábito que ocorre há tempos dentro da instituição mas é a primeira vez que vazam material que prova o fato.

O Centro Acadêmico tabela todos os calouros, verifica os perfis no Facebook e marcam os que são de esquerda – ideologia preferida da gestão – e os que são da direita, ou “liberal de merda”, como escrevem na planilha. Sobre o perfil religioso deixam o rótulo “judeu” ou “crente”. Segundo informações, trata-se da chapa “Contraponto”, ligada ao PT.

Clique no link a seguir para acessar as duas planilhas na íntegra: Mapeamento – SiSU – DIURNO (2)

Planilha 2: Mapeamento – SiSU – DIURNO (1)

Veja as imagens:

É uma gravíssima violação aos direitos humanos dos calouros, uma vez que faz distinção e descriminação explícita de cada aluno por suas preferências políticas e religiosas, além de atentar contra a liberdade de pensamento de cada indivíduo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui