Moro bota Lula em seu devido lugar ao negar regalias ao presidiário

COMPARTILHAR

JUSTIÇA — O juiz Sérgio Moro decidiu que o ex-presidente Lula não terá sistema de visitas privilegiado. O pedido negado foi anunciado por seu advogado Cristiano Zanin Martins nesta segunda-feira (9).

Além do recolhimento em Sala do Estado Maior, foi autorizado pelo juiz a disponibilização de um aparelho de televisão para o condenado”, afirmou Moro em despacho desta segunda (9).

Nenhum outro privilégio foi concedido, inclusive sem privilégios quanto a visitações, aplicando-se o regime geral de visitas da carceragem da Polícia Federal, a fim de não inviabilizar o adequado funcionamento da repartição pública.”

Moro diz que a concessão de uma sala melhor e da televisão não justifica benefícios para outros prisioneiros.

Lula poderá receber visitas apenas às segundas-feiras, com excessão de seu advogado. Não se sabe mais detalhes sobre seu regime de visitas

Lula precisa perceber que não é superior aos outros cidadãos: é apenas mais um preso por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

As informações são dO Antagonista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui