“É básico se informar melhor quando for falar sobre alguém. Mas ele não sabe nem o básico”, diz Flávio Rocha sobre calúnias de Boulos

COMPARTILHAR

NOTA. CEO das lojas Riachuelo e idealizador do movimento Brasil 200, Flávio Rocha entrou com uma queixa-crime na Justiça de São Paulo contra o presidente da milícia Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e pré-candidato à Presidência pelo PSOL, Guilherme Boulos.

Rocha processará Boulos por crimes contra a honra (calúnia, injúria e difamação). após o extremista do MTST acusar a Riachuelo de usar trabalho escravo. Em seu Facebook oficial, Rocha – que também é pré-candidato à Presidência – declarou:

“As fake news são o nome moderno para a mentira. E o melhor remédio contra mentirosos é a Justiça. Por isso, entrei com uma queixa-crime na Justiça de São Paulo contra Guilherme Boulos, do MTST. Ele acusou a mim e a minha empresa de utilizar trabalho escravo, uma informação falsa que é espalhada de forma irresponsável pela internet. A fala desse suposto líder social é um crime contra a honra. É algo básico em direito: calúnia, injúria e difamação. Também é básico se informar melhor quando for falar sobre alguém. Mas ele não sabe nem o básico. Terá de se explicar na Justiça. Vamos ver se consegue sair do discurso raso.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui