Transexual de alta força física consegue autorização para jogar na liga feminina de futebol australiano

COMPARTILHAR

ESPORTE, Austrália —  A Federação de Futebol Australiano, AFL, autorizou pela primeira vez uma atleta transexual a participar de um time feminino nas ligas locais da modalidade.

Hannah Mouncey, 28 anos, comemorou a decisão nas redes sociais, e criticou a AFL alegando que transformaram a sua história “em uma saga que poderia ter sido evitada”

Estou feliz com a decisão e espero jogar nesta temporada. Não vou agradecer a federação, acho que seria totalmente inapropriado apenas por me autorizarem a fazer algo que qualquer australiana pode fazer — declarou.

Com 1,90m, Hannah integrava o time masculino de handebol da Austrália e em 2015 começou seu processo de transição.

A decisão da AFL foi de caráter extraordinário, pois a instituição ainda não definiu uma política nacional para atletas trans.

São questões complexas. Estamos considerando a opinião de especialistas, o panorama internacional e o retorno da nossa comunidade — afirmou Tanya Hosch, diretora de inclusão e política social da AFL.

As informações são do O Globo.

 

1 COMENTÁRIO

  1. Sei lá. Se você diz que uma árvore de madeira é uma girafa e as pessoas não questionam mais porque tem medo de serem retaliadas, então que se dane estes monstrengos se misturarem com mulheres para se darem bem na vida de forma covarde. Quem tem de reclamar e unir-se contra esta palhaçada são as esportistas. Se elas ficam caladas e aceitam por dinheiro com medo de retaliação, o problema é único e exclusivamente delas. Todo mundo sabe que está errado, mas estão mantendo esta agenda imbecilizada para agradar grupelhos com poder de manipulação. Para quem acompanha os esportes femininos que agora estão contaminados com esses monstrengos, simplesmente param de assistir, porque não é justo um monstrengo com físico masculino competir com as mulheres. Mundo doido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui