Venezuela perde temporariamente direito de votar na ONU

COMPARTILHAR

VENEZUELA — Na segunda, 12, a Venezuela teve o direito de voto na ONU suspendido por falta de pagamento da contribuição para o orçamento da organização.

O país do ditador Nicolás Maduro está na lista de devedores junto com outros sete: República Centro-Africana, Dominica, Guiné Equatorial, Granada, Líbia, Suriname e Iêmen.

Em 2017, a capital Caracas já fora privada do direito de voto, contudo, mas em seguida o país sul-americano pagou a quantia necessária e recuperou o direito de volta.

Por incrível que pareça, a ditadura ainda poderá recuperar o direito, mesmo com a crise humanitária de Maduro a todo vapor.

As informações são do Sputinik News. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui