MST pede Maracanã “emprestado” para ato a favor de Lula

COMPARTILHAR

RJ — João Pedro Stédile, líder da milícia de extrema-esquerda MST, procurou Luiz Fernando Pezão, o atual governador do Rio de Janeiro – com quem tem ótima relação -, para pedir as chaves do Maracanã.

O Blog Radar da Veja publicou:

“Stédile solicitou as chaves do Maracanã para que os principais movimentos sociais do país realizarem uma manifestação em junho ou julho.

Pezão alertou o interlocutor desinformado que o estádio saiu do guarda-chuva do estado para as mãos de um grupo que é parceiro de Lula há anos, a Odebrecht.”

As informações são da Veja.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui