Projeto de lei pretende tipificar como terrorismo invasões de milícias da extrema-esquerda

COMPARTILHAR

DF — Foi protocolado na Câmara nesta tarde de quarta-feira, 07, um projeto de lei de autoria do deputado Jerônimo Goergen, do PP, que pretende tipificar as invasões de imóveis urbanos ou rurais, promovidas pelas milícias de extrema-esquerda, como o MTST e o MST, como atos de terrorismo.

A justificativa da proposta diz que “tem-se por imperiosa” uma reforma da Lei Antiterrorismo, criminalizando “o abuso do direito de articulação de movimentos sociais”. Jerônimo afirma que a finalidade desses grupos ao invadir propriedades privadas é “provocar terror social ou generalizado”. O parlamentar defende que é preciso “colocar um paradeiro no clima de guerrilha” que se instalou no país.

Veja a imagem divulgada pelo site O Antagonista:

As informações são do O Antagonista.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAdvogado de Lula receberá R$50 milhões em honorários
Próximo artigoLula e o crime de falsidade ideológica.
Formada em teatro e graduando-se em direito. Integra o Movimento Brasil Livre. O Diário Nacional é um blog com linha editorial à direita, que faz cobertura de notícias políticas e textos de opinião, contando com diversos colaboradores.

1 COMENTÁRIO

  1. Demorou, estes terrorristas vagabundos roubam o que o proprietario com muito trabalho, suor e honestidade conseguiram na vida, e eles nunca trabalham só vivem as custa do povo, e roubando, querem se apoderar dos bens do próximo, isto é bandidagem eles tem que ser presos como BANDIDOS…como o chefe deles LULA…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui