Por pressão, STF pode recuar na vontade de libertar Lula

COMPARTILHAR

BRASÍLIA — O golpe planejado por Lula no Supremo Tribunal Federal poderá fracassar.

Segundo a jornalista Andreza Matais, do Estadão, “dois ministros do Supremo contrários à prisão após a segunda instância passaram a admitir ‘condicionantes’ para garantir o cumprimento da pena antecipada em alguns casos”.

Esses casos seriam:

“A prisão imediata poderia ocorrer quando o réu tem direito apenas a ‘recursos inviáveis’, sem o poder de livrá-lo da prisão”.

Um dos ministros ouvidos pela colunista explicou que esse é o caso de Lula, porque “se ele não for preso após a segunda instância, será após a terceira”.

Se os ministros do Supremo quiserem manter o mínimo de dignidade que lhes resta, Lula irá para a cadeia.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorLula irá entregar passaporte hoje cedo
Próximo artigoZanin entrega passaporte de Lula
Formada em teatro e graduando-se em direito. Integra o Movimento Brasil Livre. O Diário Nacional é um blog com linha editorial à direita, que faz cobertura de notícias políticas e textos de opinião, contando com diversos colaboradores.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui