Família de Jonatan Diniz, brasileiro preso na Venezuela, continua sem notícias sobre seu paradeiro

COMPARTILHAR

SC — A família do brasileiro Jonatan Diniz, residentes em Balneário Camboriú, continua sem notícias sobre ele.

Preso pela ditadura de Nicolás Maduro, Jonatan foi acusado de ser dirigente de uma ONG que serviria de “fachada” para a CIA, cujo propósito era desestabilizar o Governo tirânico dos chavistas bolivarianos.

No entando, a verdade é outra.

O jovem, de 31 anos, estava no país para ajudar na arrecadação de alimentos e brinquedos para crianças, que estão em situação extrema de miséria e desnutrição. E a ONG, “Time of Change”, a qual foi acusado de ser dirigente, sequer existe.

No momento em que foi levado pela milícia chavista, estava distribuindo alimentos para crianças. Outros três venezuelanos, que estavam com ele, também foram levados.

O “crime” de Jonatan foi denunciar em suas redes sociais a situação infernal em que se encontram os venezuelanos.

Até o momento não se sabe ele está preso e se estão lhe garantindo os direitos básicos. A família está sem notícias desde o dia da prisão, 27 de dezembro.

As informações foram obtidas com os familiares.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui