UEM da ponto extra em provas de estágio para quem se declara mulher, negro ou índio.

COMPARTILHAR

Uma internauta denunciou, com documentos anexados em postagem, que a Universidade Estadual de Maringá está acrescentando notas em avaliações de estágio para mulheres, negros e índios.

Veja:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui