URGENTE: engenheiro do sítio de Atibaia entrega planilha mencionando propina de R$ 700 mil para Lula

COMPARTILHAR

O engenheiro da Odebrecht Emyr Diniz Costa Junior, responsável pelas obras do sítio em Atibaia, atribuído pelo Ministério Público ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, entregou ao juiz federal Sérgio Moro planilha de pagamentos do departamento de propinas da empreiteira no valor de R$ 700 mil para custear as reformas no imóvel. As informações são da Exame.

Emyr disse que para solicitar os valores para bancar a reforma ele mantinha contato com a secretária do setor de operações estruturadas – departamento de propinas -, Maria Lúcia Tavares, que repassava ao engenheiro uma senha que deveria ser dita ao entregador do dinheiro.

“Eu liguei para ela e pedi os 500 mil. Como eu nunca tinha manejado em uma obra uma soma dessa natureza, eu comprei um cofre especificamente e coloquei dentro de um armário na minha sala, dentro do meu escritório”, relatou, em delação.

A defesa do engenheiro relatou ao juiz federal Sérgio Moro que encontrou registros de pagamentos de R$ 700 mil para o sítio após acessar o Drousys, sistema do departamento de propinas da Odebrecht.

Advogados disseram que “a entrega dos valores foi realizada no escritório do Aquapolo, obra de saneamento localizada na Região do ABC Paulista, onde o colaborador à época trabalhava”. Ele também entregou notas fiscais referentes aos gastos que teve para conduzir as obras do sítio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui