Prefeito Petista queria campanha bancada por caixa 2 de empresas de ônibus, diz delator

COMPARTILHAR

O marqueteiro Renato Pereira contou também em sua delação que o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, ex-PT e hoje no PV, quis contratá-lo novamente para a campanha de 2016.

O marqueteiro cobrou R$ 7 milhões, mas o prefeito disse que só poderia pagar por dentro R$ 3 milhões.

O resto poderia ser bancado pelas empresas de ônibus de Niterói, em troca de uma contrapartida.

Com medo da Lava Jato, Pereira recusou-se a receber por fora e acabou sendo subcontratado por outra agência.

Vale lembrar que este mês, o relacionamento de políticos com empresários de ônibus já levou à cadeia três poderosos deputados estaduais: Jorge Picciani, Paulo Mello e Edson Albertasi. Tiveram a prisão em flagrante decretada pelo Tribunal Regional Federal (TRF-2), por decisão unânime de cinco desembargadores.

Será que é a vez de Rodrigo Neves visitar a Cadeia Velha?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui