Petista Quaquá trata setor público como se fosse privado ao explicar contratação de filha de Lula

COMPARTILHAR

Lurian Cordeiro Lula da Silva (filha do ex-presidente) foi nomeada neste mês assessora parlamentar da deputada estadual Rosângela Zeidan (PT) na Assembleia Legislativa do Rio. Zeidan é casada com Washington Quaquá (PT), presidente do partido no Estado. As informações são Estadão.

Como “assessora parlamentar IV” no gabinete de Zeidan (como é conhecida) Lurian vai receber R$ 7.326,64. Ela já estaria dando expediente no gabinete.

Zeidan deu uma declaração sem sentido: ““As escolhas do meu mandato, quem faz sou eu. É assim na maioria dos mandatos, qualquer que seja o partido. E no PT temos mulheres militantes, como eu fui e ainda sou, que são quadros qualificados para assumir essas tarefas. Resumir isso a uma relação de parentesco ou é desconhecimento ou é misoginia”.

Mas seu marido, Quaquá, deu uma justificativa ainda pior: “Quem nomeia assessor é a deputada. Ela escolhe sua equipe, como a família Mesquita [proprietária do jornal] escolhe seus jornalistas. São critérios da empresa de um lado e do mandato de outro. Não cabe, por exemplo, a mim questionar porque um jornalista é contratado pela família Mesquita.”

Há um detalhe aí: o jornal da família Mesquita é uma empresa privada. O mesmo não ocorre com os cargos públicos.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui