Delúbio ganhava R$ 15 mil por mês da CUT e agora perdeu a boquinha

COMPARTILHAR

Funcionários da CUT (Central Única dos Trabalhadores) ameaçaram entrar em greve nesta semana, depois que a entidade iniciou na terça-feira (14) um Programa de Demissão Incentivada (PDI) para enxugar em quase 60% sua folha de pagamento. As informações são do Valor.

A entidade culpa o fim do imposto sindical pelo PDI.

Para argumentar contra os grevistas, Vagner Freitas cita o caso do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, que aderiu voluntariamente ao programa, abrindo mão de um salário de R$ 15 mil.

“Delúbio é um trabalhador da CUT. Agrega muito. É com muita dor que informo que ele tomou a iniciativa de aderir”, disse Freitas, lembrando que a contratação do ex-tesoureiro (condenado por corrupção ativa no julgamento do mensalão) foi autorizada por Joaquim Barbosa, então ministro do Supremo.

A divulgação do salário de Delúbio deve aumentar ainda mais a crise moral na CUT.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui