Ministro da educação quer implantar Ideologia de Gênero em todas escolas do Brasil com uma canetada

COMPARTILHAR

Filipe Barros, político londrinense, denunciou “é a doutrinação oficial do Governo para todo mundo. É a carta na manga que eles tem contra o Escola Sem Partido e pra implementar em todas as escolas o ensino da ideologia de gênero“. 

Ele se refere a nova BNCC, Base Nacional Curricular Comum, que está prestes a ser decretada pelo Ministro da Educação José Bezerra Mendonça Filho.

Depois de anos de mobilização da sociedade civil em prol de programas como o Escola Sem Partido, de iniciativa de Miguel Nagib, a população está prestes a levar um golpe: se entrar em vigor, todas as batalhas contra a Ideologia de Gênero e a doutrinação marxistas nas escolas terão sido em vão.

O ensino da Ideologia de Gênero foi rejeitado em quase todas as Assembleias Legislativas do Brasil, assim como pelo Congresso Nacional e diversas câmaras municipais. Talvez seja por isso que Mendonça Filho resolveu alterar de forma autoritária a BNCC.

“Querem aprovar isso [a nova BNCC] através de um projeto de resolução do MEC. O projeto de resolução é pra tratar de questões internas, não serve pra isso. Obviamente que a decisão tem que ser do Congresso Nacional e não de uma canetada do ministro”, esclarece Filipe Barros.

Para quem tem dúvidas, Orani Tempesta esclarece: “A Ideologia de Gênero prega, em suma, que nós mesmo nascendo com um sexo biológico definido (homem ou mulher), além dele, existe o sexo psicológico ou o gênero que poderia ser construído livremente pela sociedade na qual o indivíduo está inserido e não em conformidade com a Biologia. Desse modo, em última análise, não existiria uma mulher ou um homem naturais. Ao contrário, o ser humano nasceria sexualmente neutro, do ponto de vista psíquico, e seria constituído socialmente homem ou mulher. Essa teoria faz parte de um conjunto maior de ideias que se destinam a descontruir a sociedade atual em vista de uma anarquia geral. É isso o que se pretende ensinar nas escolas de todo o Brasil, de acordo com a Base Nacional Curricular Comum, do Ministério da Educação e Cultura.”

Resta saber se Mendonça Filho seguirá com seu projeto i) irregular, pois a prerrogativa para decidir tal mudança é do Congresso Nacional; ii) imoral, pois vai contra o que a maioria da sociedade acredita.

 

6 COMENTÁRIOS

  1. Ideologia de gênero foi absorvida e está sendo utilizada para o projeto de desconstrução da família, feito pelos comunistas do foro de São Paulo, dentre outras estratégias maléficas, um tema sem pé nem cabeça, rejeitado por todas as associações de pediatria do mundo, mas que os imbecis dos pseudoeducadores do Brasil, insistem em impor às nossas crianças. Isto é um absurdo e tem que ser impedido e expulso da educação infantil.

  2. D.Orani Tempesta? O bispo do Rio de Janeiro? A igreja não aceita varias coisas que a ciência descobre e informa…..agora ele é a favor da ciência?? Aham…..conta outra! Ele deveria dizer a verdade que já se divulga através de estudos de neurociência…..que o desejo sexual começa no cérebro e a identidade de gênero também!! E a pessoa já nasce com elas!! NASCE!Nada de essa coisa de neutralidade!! Não são os órgãos de comandam o corpo e sim o CÉREBRO!!! E como fazem uma salada russa !!! È melhor ir estudar neurociência antes de compartilhar abobrinha de religioso!!! Ao invés de espalhar coisas inexistentes como isso aí…..q tal visitar escolas de VERDADE e procurar saber o que acontece? Se emprenhar pelos ouvidos é mais fácil, né!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui