Escândalo no PT: senador é acusado de fazer sexo com adolescente e pagar com lanches

COMPARTILHAR

O senador Cristovam Buarque está querendo ser candidato à Presidência da República em 2018 e anunciou que sairá de licença por quatro meses em pré campanha. 

Quem assumirá o mandato durante esse tempo é o petista Wilmar Lacerda, o mesmo que responde à Ocorrência nº 8.355, de 2017, registrada em 17 de outubro na 31ª Delegacia de Polícia (Planaltina).

A acusação é de uma adolescente de 17 anos que garante ter transado com o petista em troca de lanches. Ela teria conhecido o político, que é chefe de gabinete do PT no DF, através de uma agenciadora identificada como Rebeca.

“A declarante manteve relação sexual com Wilmar Lacerda por cinco vezes, o qual nunca pagou em espécie, pois dizia que não tinha dinheiro, mas sempre pagava um lanche”, diz trecho do boletim de ocorrência.

A jovem também contou que o suplente recusava usar camisinha nas relações. “Recorda que Wilmar não gostava de usar preservativo e dizia que não havia risco de a declarante engravidar, pois havia feito um procedimento de retirada de sêmen e guardado em uma clínica”, diz o documento.

As informações são do site PapoTv

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui