Ditadura da Venezuela deu calote de 260 milhões de dólares no Brasil e petistas não assumem responsabilidade

COMPARTILHAR

A Ditadura da Venezuela, implantada com a ajuda financeira dos governos petistas de Lula e Dilma, deu o calote no valor de 260 milhões de dólares nos credores brasileiros.

O valor é referente a crédito relativo a comércio exterior entre empresas dos países. O prazo final era setembro. Naquele mês, o Brasil fez um comunicado ao Clube de Paris sobre a situação. O grupo em questão reúne credores de países que financiam nações em desenvolvimento e ajuda a renegociar dívidas.

 “Cabe destacar que não é o governo brasileiro que classifica a operação como inadimplente, mas o banco financiador. A participação do Brasil no processo é honrar a garantia previamente contratada pelo banco financiador, cumprindo suas obrigações contratuais. No caso de operações com curso no Convênio de Pagamentos e Créditos Recíproco (CCR), aguardam-se 4 meses para que a situação seja possivelmente resolvida antes de qualquer indenização”, disse o ministério em comunicado.

O Brasil irá ter de bancar o calote da Venezuela usando fundo de dinheiro público de uma estatal, a Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores (ABGF). “Ressaltamos que o fundo (FGE) tem histórico altamente superavitário, com receitas de prêmios líquidas de indenização superiores a 1,1 bilhão de dólares”, diz a Fazenda.

Parabéns a todos os envolvidos.

Fonte: Brasil vai arcar com prejuízo de 260 milhões de dólares após calote da Venezuela | República de Curitiba

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui