Brasileiros confiam mais nas redes sociais do que no Judiciário e na mídia

COMPARTILHAR

Uma pesquisa realizada pela FVG-SP mostrou que os brasileiros confiam mais n as redes sociais do que no Judiciário e na mídia. 

As redes sociais passaram do 10º lugar no ranking para o terceiro, obtendo 37% de confiança, ficando atrás das Forças Armadas – 56% – e da Igreja Católica – 53% -. 

Em 2016 o índice de confiança de sites como Facebook e Twitter era de apenas 23%.

Enquanto a confiança nas redes sociais e na Polícia aumentou, todas as outras instituições analisadas perderam a credibilidade de 2016 para 2017.

Entre as maiores quedas estão: Sindicatos (-29%), Ministério Público (-22%), Poder Judiciário (-17%), Grandes Empresas (-15%), Emissoras de TV (-9%), Igreja Católica (-7%), Forças Armadas (-5%) e Imprensa escrita (-5%).

Os partidos políticos mantiveram o mesmo índice de 7% na confiança do brasileiro, mas perderam o último lugar esse ano para o Governo Federal, que caiu de 11% em 2016 para 6% em 2017.

Já o Supremo Tribunal Federal (STF) foi incluído em 2017 na avaliação, obtendo 24% no índice de confiança

As informações são do Folha Política.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui