Palocci enviou anexos para a PGR, que gostou muito do que viu. Delação deve acontecer. 

COMPARTILHAR

BRASÍLIA — Raquel Dodge, a Procuradora Geral da República, parece ter gostado bastante no que viu nos anexos da delação premiada do ex ministro petista Antonio Palocci

No entanto, existem impasses nos benefícios oferecidos durante o mandato de Rodrigo Janot na PGR. Agora, com Dodge, a defesa de Palocci acredita que o acordo será “menos generoso”.

 O “italiano” da planilha da Odebretch afirmou em depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, da Lava Jato em Curitiba, que ele e Lula tentaram obstruir as investigações do Ministério Público Federal. “Eu tenho provas, e se o senhor quiser posso começar a falar agora”, disse.

As informações são da Veja.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui