Com fim do imposto sindical, principais sindicatos perderão até 60% das receitas

COMPARTILHAR

Um estudo inédito do pesquisador André Gambier Campos, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – Ipea -, mostrou que o fim da contribuição obrigatória do imposto sindical representará uma queda de mais de 60% da arrecadação dos mil maiores sindicatos do país. 

O fim do recurso de exploração poderá causar o fechamento de muitos sindicatos. Motivo pelo qual os interessados nesse imposto estão tão determinados para fazer com que ele seja recriado através de uma medida provisória.

O trabalho do Ipea se baseia em números de 2015, os últimos que estão disponíveis. Através deles faz um recorte por quantidade de funcionários para excluir os sindicatos de fachada, que atuam quase sem estrutura, e existem apenas para receberem o imposto obrigatório. 

Em 2015, os maiores sindicatos do Brasil arrecadaram cerca de R$ 807 milhões com a contribuição obrigatória. R$ 510 milhões vieram da contribuição assistencial, definida por acordo coletivo e opcional. No total, essas principais arrecadações somam R$ 1,3 bilhão. 

As informações são do site Reaçonaria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui