Plebiscito para revogar desarmamento deve ser votado no Senado até o fim do mês, diz autor

COMPARTILHAR

O autor do pedido de revogação do Estatuto do Desarmamento, senador Wilder Morais (PP-GO), afirmou que o projeto de plebiscito sobre o tema deve ser votado até o final de novembro no Senado. “Como é um assunto polêmico, precisamos que a sociedade participe. Não adianta a gente soltar o projeto e não ter o apoio da população”, disse. As informações são do Poder360.

O tema está sendo analisado na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado. O relatório sobre o assunto caberá ao senador Sérgio Petecão (PSD-AC), que já afirmou ser a favor da liberação das armas.

A ideia é que sejam feitas 3 perguntas no pleito: 1) se o Estatuto do Desarmamento deve ser revogado e substituído por uma nova lei que assegure a posse de armas (garantir a compra do armamento, mas não o porte na rua, por exemplo), 2) se a população permite o porte de arma para quem preencher os requisitos previstos na lei, 3) se a população rural com bons antecedentes pode ter a porte de arma.

“Quando nós tiramos a legítima defesa das pessoas de bem, os bandidos ficaram muito a vontade, porque ele sabe que a pessoa do outro lado não vai estar armada. Nós defendemos que as pessoas passem por exame psicológico, curso de tiro e se preparem para ter arma de fogo. Não vamos resolver o problema da criminalidade, quem vai resolver isso é a polícia, o Congresso, e quem vai combater é o serviço de inteligência”, diz Wilder.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui