Luislinda usou jato da FAB 3 vezes para ir para casa e sem divulgar agenda

COMPARTILHAR

A ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois (PSDB), que pediu ao governo federal para ganhar salário acima do limite permitido por lei, usou aeronaves da FAB por três vezes em 2017 para viajar para Salvador (BA), onde tem residência. As informações são do R7.

No relatório de voos disponibilizado pela Força Aérea Brasileira, Luislinda alegou “serviço” como justificativa. Isso é permitido por lei. Porém, mas nenhuma dessas três viagens consta de sua agenda oficial.

A assessoria do ministério dos Direitos Humanos admitiu que a agenda não constava no site porque passava por uma “uma fase de reestruturação, onde a Secretaria de Direitos Humanos e a Seppir foram integradas” à pasta. Mas disse que houve agendas, sim, nas três oportunidades.

Desde 3 de fevereiro, quando tomou posse, a ministra fez 18 voos em jatinhos da Força Aérea. Após Brasília, onde trabalha, a cidade que mais aparece nos itinerários é Salvador, com cinco voos no total, sendo quatro com destino à capital baiana e um que partiu do município. Apenas dois desses voos constam da agenda oficial da ministra.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui