Paulo Martins detona Lei Anti-Uber “é um atentado contra o sistema de transporte do país”

COMPARTILHAR

PARANÁ — O jornalista e suplente a Deputado Federal Paulo Martins se manifestou contra a PLC 28/2017 nesta tarde de terça-feira, 31.

O projeto de lei que ficou conhecido como Lei Anti-Uber é de autoria do deputado petista Carlos Zarattini.

O texto impõe uma série de burocracias que inviabilizam o funcionamento dos aplicativos de transporte particular, além de torna-los dependentes de autorizações do Estado. O Senado Federal irá votar a proposta hoje, em regime de urgência. 

“É a determinação do atraso, pois inviabiliza os aplicativos de transporte que possibilitaram a locomoção a um baixo custo, que qualquer um pode pagar”, explica Martins em vídeo. “Os taxistas também são vítimas das regulações do Estado, mas enganados pelos sindicatos da categoria, ao invés de lutarem por mais liberdade acabam lutando para que sejam impostas mais dificuldades aos aplicativos”, diz.

É um atentado ao sistema de transporte do país realizado por um deputado canalha petista e apoiado por senadores covardes e comunistas”, diz Martins sobre os defensores da lei que poderá extinguir 500 mil empregos. 

Assista:

 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui