Lei que pretende extinguir aplicativos está perdendo feio em enquete do Senado: 79% são contra

COMPARTILHAR

Desde o anúncio da votação do PLC 28/2017 em regime de urgência no Senado (nesta terça) a rejeição só tem aumentado.

A lei pretende inviabilizar os aplicativos de transporte como Uber e Cabity, prejudicando 17 milhões de usuários e colocando 500.000 motoristas de aplicativos de volta no desemprego.

O lobby dos taxistas, aliado a políticos principalmente de esquerda e extrema esquerda (tendo a lei se originado a partir do deputado Carlos Zarattini, do PT), é o maior interessado na aprovação.

Em enquete do site do Senado, 79% das pessoas são contra o PLC 28/2017.

1 COMENTÁRIO

  1. Queria ver o que será destes milhões de pessoas desempregadas.
    Sim porque 500 mil são motoristas, mas não podemos esquecer dos empregos gerados por tabela depois que os aplicativos iniciaram no Brasil.
    Venda e aluguel de veículos,
    Oficinas mecânicas (manutenção dos veículos)
    Auto peças (venda de peças para manutenção dos veículos)
    Venda de pneus
    Fornecimento de combustível
    Os aplicativos tem auxiliado e bastante a lei seca, onde motoristas deixam seus veículos em casa, utilizam os aplicativos. PREÇOS BAIXO, tabelas claras esclarecidas e justa.
    Com os aplicativos o transporte nas cidades melhorou em 100%
    As pessoas tem melhor (conforto) e confiança para se locomover em.
    Me desculpem os taxistas, mas 99,9% dos passageiros não utilizavam, e nem utilizarão os serviços de táxi.
    Senhores senadores PORQUE DESTA LEI, VICES REPRESENTAM O POVO, OU UNS E OUTROS QUE OS FAVORECEM ?
    NAO SE ESQUEÇAM QUE ESTÃO AI NO SENADO PARA REPRESENTAR NOSSAS VONTADES.
    POR FAVOR NOS QUESTIONE O QUE QUEREMOS.
    MUITO OBRIGADA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui