Celular e notebook de Mônica Moura ficaram 7 meses parados no STF até serem enviados para a perícia

COMPARTILHAR

Conforme noticiou em seu Twitter o jornalista Daniel Adjuto, o celular e o notebook de Mônica Moura ficaram 7 meses parados no Supremo Tribunal Federal. Até ontem, terça-feira, 24, quando foram enviados – finalmente – para a perícia da Polícia Federal para a extração de informações.

Mônica Moura é publicitária, esposa do marqueteiro João Santana. Os dois trabalharam para as campanhas eleitorais petistas servindo Lula e Dilma, entre outros, e estão presos por condenação na Operação Lava Jato.

y

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui