Ex-deputado conta que propina de R$ 1 milhão para Gleisi foi no “fio do bigode”

COMPARTILHAR

Pedro Corrêa, ex deputado do PP, confessou propinas de R$1 milhão advindas do suposto caixa do seu partido com a Diretoria de Abastecimento da Petrobras para a campanha de 2010 de Gleisi Hoffmann ao Senado Federal. Ele disse que tudo foi acertado “no fio do bigode”. Tanto Gleisi quanto seu marido, o ex ministro Paulo Bernardo, são réus por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no Supremo Tribunal Federal.

Corrêa teve condenação penal de 30 anos na Lava Jato e 7 anos e 2 meses no Mensalão. Sua delação premiada foi homologada em agosto de 2017. Ele depôs como testemunha de acusação no processo que corre contra Gleisi no dia 19 de setembro.

Fonte: Propina de R$ 1 milhão para Gleisi foi no ‘fio do bigode’, diz ex-deputado – ISTOÉ Independente

1 COMENTÁRIO

  1. “No fio do Bigode”…hmm…sei. Ele quer dizer que foi verbalmente acertado, mas que não há prova concreta da maracutaia? Nesse caso, ele senta na graxa, perde o benefício da delação e ela morre de rir, a menos que a PF já tenha (alguma) evidência, tipo o rastreio da bufunfa…palavra de delator – ao contrário do que disse a Estocadora de Ventos – vale sim, mas desde que acompanhada das devidas provas, pois a honra desse povo vale menos do que o #2 que os meus cães depositam no gramado, todas as manhãs…*em tempo, não sou eleitor da canalhada PTralha, não. Só estou comentando como funciona o sistema. E deveria ser igual para todos (embora a gente saiba que não é, principalmente no âmbito dos “Deuses do Olimpo” de toga)…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Coloque seu nome aqui